Arquivos Mensais: Novembro 2010

Os nomes

Talvez um dos melhores poemas que conheço sobre o direito (e os atropelos a esse mesmo direito) de uma mulher ao bom nome e a uma identidade de pessoa, não de objecto: de Brendan Kennelly, e de uma antologia de … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Suicídio social do blog

Escrever é um exercício vão, especialmente se o fazemos numa língua apodrecida por aquilo que Pasternak chamou o «poder inumano da mentira»; poder ao qual disse serem preferíveis os horrores da guerra. A mentira não é o único contrário da … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , | Publicar um comentário

Fotografia para enfeitar a secretária lá do escritório

Conduzindo pelas estradas do Paraná passa-se por esta saudação de boas vindas, desta cidade. Disponibiliza-se, agora ao ver esta notícia que diz ir o caso Freeport a julgamento, como presente  à pobre magistratura que tiver o azar de lhe aparecer … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | Publicar um comentário

Bíblias e bardos

Bíblias e bardos Uma cidade do hemisfério sul, um incerto dia de há um ano atrás. Paredes meias com a loja de iluminação havia aquele anúncio ou incitação: Leia a Bíblia. Podem ver com os vossos olhos. Boa vizinhança, o … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Coisas da tarde ontem, Charles Lamb, os pardais e outros bichos

Tenho a estranha mania (cada doido tem a sua) de gostar de dar topografia aos livros. Um livro qualquer tem que ter sido encontrado num sítio determinado. Faz parte de uma espécie de “processo de adopção”. Pode ser que o … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , , | Publicar um comentário

O sol de inverno pobre fantasma de si mesmo

Dias assim, calcorreando sem destino certo estas ruas, vento gélido, redemoinhos de folhas, e a luz tão especial destes dias de Inverno do norte, lembram-me sempre aquela imagem de Thomas Mann do sol de Inverno como fantasma de si mesmo, na … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Ler os outros

É um dos blogers que leio com mais agrado, e um dos que melhor escreve. E hoje, escreveu isto que com a devida vénia e um bem-haja ao autor aqui deixamos:   Entre os elementos capazes de facilitar a vida … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário