Laconismo

Lacão afasta a hipótese de coligações à esquerdaSegundo a notícia do Público (ligação nos dois excertos da notícia em baixo), notícia que levou Pedro Magalhães a fazer este, este, e este exercício a respeito do assunto, temos que a luminária e farol dos parlamentarismos de praia ocidentais propõe:

Em entrevista ao Diário Económico Jorge Lacão defende que o Governo deve ler na abstenção das eleições presidenciais um claro sinal de descontentamento dos portugueses com o sistema político e que é preciso iniciar reformas.

“A abstenção, os votos nulos e os brancos mostram uma insatisfação alargada dos eleitores sobre o sistema político em geral. Devemos retirar ilações, estabelecer um pacto de confiança e concretizar reformas que me parecem importantes. É preciso revitalizar a credibilidade dos políticos. Com um sentido de austeridade”. E continua: “Desde a revisão constitucional de 1997 que é possível reduzirmos o número de deputados dos actuais 230 para 180.”

…..

Lacão afasta ainda a hipótese de uma coligação de esquerda, afirmando que “os eleitores têm alguma resistência em sufragar soluções de frentismo de esquerda”, referindo-se ao apoio do Bloco de Esquerda e do PS na candidatura de Manuel Alegre, e prefere apontar “entendimentos” no parlamento como alternativa para superar problema.

Nada se aventa sobre se se conserva a presente magnitude dos círculos eleitorais ao mesmo tempo que se reduz o número de deputados, pelo que se pode aqui falar com propriedade de laconismo. Se sim, isso na prática significa que se poderão obter maior número de mandatos com menos votos (conveniente tanto ao PS quanto ao PSD porque conducente a um rotativismo mais perfeito) e que os pequenos partidos serão ainda mais penalizados. Para já são só suspiros deitados ao vento. Mas conhecendo os bichos proponentes, conhecendo a distorção que o sistema já produz, se a proposta é ainda aumentá-la mais, isto já começa a cheirar a outra ignóbil porcaria (descrita no ponto 2 deste artigo) cozinhada em lume brando pelos dois partidos do rotativismo presente.

Ou então, estamos perante um caso agudo de zoofilia do ministro. Como cá somos espertos originais e muito amigos de alimálias… estamos a pensar criar uma destas famosas salamandras do Gerry do tamanho de um país. Tudo isto, diz ele, e bem diz, porque que é preciso revitalizar a credibilidade dos políticos,… e a austeridade e essas coisas, reformas e tal…

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s