Os problemas do desenvolvimento

Portugal tem um problema de desenvolvimento, diz-nos quem sabe e capitaneia o Banco de Portugal. Tem, tem…

Era a 5 de Junho último, em plena euforia do Mundial, que entre cornetas  e chamarelas, recotrecos e berimbaus, saltos e urros, os comentadores se esvaíam em glória, em atitude, em entusiasmo e espírito de conquista, sempre ligados a Portugal. Esperava-se Tony Carreira, e enquanto tal carreira não chegava, uma modelo ou repórter patrocinada pelo Modelo, anunciava o feito também modelo – mostrando o diploma do Ginness e tudo – o feito de se ter posto tantos milhares de bolas vermelhas no nariz de portugueses.

Que coisa dá a gente que até teve acesso a um módico de cultura e educação meter-se em tais preparos? Fazer tais figuras? Necessidade de três refeições quentes ao dia, provavelmente. E o peso das tradições culturais ibéricas, por certo. Provavelmente esta necessidade de fazer o que quer que seja por causa da necessidade de atender ao regular funcionamento sistema digestivo e adjacentes, e ao regular funcionamento das instituições (coisas que parecem interligadas e de natureza idêntica) e de prestar adoração a uma série variada de ídolos vem profunda da tradição árabe, que tanto nos orgulha, nos nossos aos fins de semana a repousar e buscar inspirações nas vilas acasteladas do baixo Alentejo, e do al(g)arve histórico.

É que já em Historias de Axab Y otros Gorrones Famosos, do livro al-Iqd al-Farid, escrito por Ahmad b. Abd Rabbihi (Córdoba, 860-940), e reparem como estas coisas são antigas, se escrevia o que veneravam aqueles que tudo faziam para se sentar à mesa fosse de quem quer que fosse, e que madeiras adoravam; eram estas as madeiras mais nobres:

E enquanto forem estas as madeiras mais nobres entre nós, por mais fazenda que cá caia para aparelhar os desenvolvimentos… adeus ó vindima!! Ou Nosso Senhor nos Acuda, como se escrevia hoje aqui.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s