E por falar de ética

Estou a seguir com toda a atenção um fórum de debate no jornal dinamarquês Berlingske Tidende. No fórum intitulado «deve proibir-se o sexo com animais?» na segunda página de comentários e no comentário de Just Bidstrup de 9 de Abril  expõe-se uma questão  se não importante, pelo menos interessante: o texto original:

«Og så er der endelig tante Oda. Hun har en lille pekingeser, der hver nat huserer under tantes dyne og slikker, og giver tante og sig selv god underholdning og nydelse. Er tante Oda nu også kriminel?»

Numa tradução não autorizada (podem sempre utilizar o tradutor do google o que se aconselha até porque os textos se transformam em peças de paródia surrealista) diria que reza o seguinte:

«E finalmente há o caso da tia Oda. Ela tem um pequeno pequinês, que todas as noites se abriga debaixo do edredão da tia e lambe, e dá à tia e a si próprio bom entretenimento e deleite. É então também a tia Oda criminosa?»

Só tenho pena que aquilo acabe por fechar porque é um bom exemplo do indecidível, e de como aos argumentos mais lúcidos se juntam os mais estapafúrdios, quer de um lado quer do outro. No meio, encontram-se peças de uma deliciosa ironia, como é o caso do texto de onde o acima foi retirado.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s