E ainda a respeito (do rigor) e do anterior…, ou do spoils system

Para que a gente leve a sério as declarações de Marques Mendes, convém não ter lido este (excelente, e o mais importante e extensivo) estudo sobre o Sistema Partidário em Portugal, de Carlos Jalali: O Partidos e Democracia em Portugal; 1974-2005 publicado pelo ICS. E não saber com que linhas se cosem estes artistas. Não nos lembrarmos do que, ao longo dos anos, lhes passou mesmo por baixo do nariz.

Ora vejamos a p. 215 e no que concerne a um certo padrão de cooperação partidária (que tem sido tradicionalmente mantida quanto à não-alteração do sistema eleitoral e a um modelo de penetração do Estado por quadros partidários com vista à preservação de uma espécie de spoils system), o que faz com que Jalali chame ao confronto entre os dois partidos «pro-wrestling politics»: (sic.), p.216: “Tal como no wreslting americano -onde lutas que aparentam ser extremamente violentas são na realidade cuidadosamente encenadas -, a competição entre os principais partidos afasta-se dos aspectos que possam afectar a natureza do sistema partidário…”

(clique para aumentar)

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s