Arquivos Mensais: Novembro 2011

Primos de raposos plas ruas do amargor

Ora cá temos um raposão highbrow com  uma mensagem de seu primo (sim, as bestas reacionárias também têm primos – raposo dixit) a trabalhar numa empresa  empresa real  da economia real  que  enfrenta imensas  dificuldades e onde o pesadelo está ali ao virar da esquina. … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , | Publicar um comentário

Esculpido em livros

Ou o estranho mistério do aparecimento de esculturas como a da foto acima. Deixadas em lugares públicos de Edimburgo e de autor desconhecido: peças belíssimas contruídas a partir de livros. Vale a pena admirar; objectos e a história.

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

E porque hoje é sábado

É dia de ler Anselmo Borges. Aquilo que João César das Neves estraga às segundas, este bom homem parece ter o poder de reparar aos sábados. Recuando dois meses,  na crónica de 17 de Setembro João César escrevia «As Cruzadas foram, não … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas | Publicar um comentário

Ó grandes glórias a ferver de quem a obscuridade foge

Dos LLOYD GEORGES da Babilónia não reza a história nada. Dos Briands da Assíria ou do Egito, Dos Trotskys de qualquer colónia Grega ou romana já passada, o nome é morto, inda que escrito. Só o parvo dum poeta, […] sobrevive … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

De gulags e gulags, de chavalecas e tal

Pescado por aí na bloga a respeito da barafustação de uma chavaleca: “Ontem ouvi incrédulo uma miúda, que dizem ser deputada, barafustar e berrar contra as palavras de um  secretário de estado sobre as vantagens de os jovens Portugueses deixarem … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , | 1 Comentário

A minha primeira greve

É um escândalo dizer isto ó almas sensíveis: trabalhei em serrações. Na segunda, fiz a minha primeira greve apesar de não estar sindicalizado. Das greves onde tenho participado, a declaração foi sempre individual e momentânea. Individualista retinto e brusco nunca tive grande paciência … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

A greve vista da argentina

Artigo do Página/12 sobre a greve portuguesa: Paro generalizado en contra del ajuste. E porque nem só de luta contra os embustes dos poderosos se faz a vida (muito mais de exemplos), vale sempre a pena ler este artigo (do mesmo Página/12) pela altura … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário