Grundrisse da coisa

imagem copiada do Abrupto

Tinha vivido nas paragens onde me criei certo ancião que – num desabafo qualquer – instituiu uma máxima filosófica citada frequentemente em discussões sobre coisas profanas ou sagradas: 

 – Pois ó rapazes, sempre lhes digo: um homem  a que calhe uma mula que dê coices, umas botas apertadas!!!, e uma mulher que o faça corno!!!,… deve obrigações nenhumas a Deus!

Mulheres, botas e mulas àparte, de um homem a que calhe nascer e viver num país onde este esboço de Pacheco Pereira (aqui e aqui) é um esboço nítido das coisas – seja o nosso ponto de vista ideológico da direita ou da esquerda – e em em relação às suas obrigações a Deus, estamos também conversados.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s