Arquivos Mensais: Outubro 2012

Culo Criolo

Culo Criollo bota de potro no es tejana mate amargo no es five o´clock tea crencha engrasada no es dreadlock culo criollo no es delirio francés culo criollo es alazán desbocado por la pampa urbana desmesura nacional filtrándose entre la … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

El hijo de un avaro

El hijo de un avaro   Ya la avaricia te imprimió su huella Sobre las carnes: la materia escasa Recubre apenas tu armazón exiguo De hombros estrechos. Cabellos tienes desteñidos; mira Cómo tu piel no brilla. Se repite En tí … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | Publicar um comentário

O medo e o pudor

Lê-se no DN que o saltimbanco de Boliqueime mudou local comemorativo do 5 de Outubro. Uma boa escolha (em vez do pátio da galé – e trá-las merecidas, as galés) teria sido o Pavilhão Atlântico: está seguro; e é familiar. … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | 2 Comentários

Citando

Filipe Tourais n’O País do Burro: “Vítor Gaspar voltou  a ser bastante vago quanto à carga fiscal a aplicar a quem pouco ou nada contribui para a sociedade onde enriquece. Entre os que nada pagam, e voltando ao IMI, registe-se que … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Do melhor

Fico a saber pelo artilheiro dos canhões navaronenses (e muito cá de casa também) que o expoente d’abranhístico teria considerado a falta de confiança nos políticos um perigo. Desde que o famoso trolha asseverou à murcona qu’até lhe comia o … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

The Peninsula

The Peninsula                                 When you have nothing more to say, just drive For a day all round the peninsula. The sky is tall as over a runway, … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Intervalo terapêutico (…uma espécie de «a águas no Cartaxo»)

Aproveita-se, nestes intervalos de publicação frioleirística aqui no blog, a lição (salutar) de o mundo continuar a revoluir e que passa bem obrigado sem a nossa opinião (apologética ou discordante), sem o nosso comentário, indignação ou esclarecimento e preclaridade. Depois, … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | 2 Comentários