Amigos de pêlo

 

023

 

024

 

055

 

029

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas . ligação permanente.

9 respostas a Amigos de pêlo

  1. soliplass diz:

    Está um rapazão criado agora, capaz de engatar a uma charrua pra lavrar uma jeira. Estas foram tiradas há uns meses atrás em Cascavel, lá nos fundos do Paraná.

  2. Tenho uma amiga brasileira (do Rio Grande do Sul) que está a viver em Cascavel (fica perto da fronteira com o Paraguai, se não me engano).

  3. soliplass diz:

    É isso, bem lá no oestão. Ou nos’cafundó do brejo, como eles dizem. Bonito por lá. Fértil.

  4. Pois é precisamente para os’cafundó do brejo que eu, se conseguir, irei — daí ter achado piada à coincidência. (os desenvolvimentos seriam longos e fastidiosos para si; conto-lhe um dia destes, de preferência já longe desta choldra)

  5. Panurgo diz:

    Peço desculpa por me intrometer, mas Carlos, já agora… não é cunha que lhe peço… mas, Carlos, já agora, digo, já que estamos aqui… não me arranja também uma «amiga brasileira», para, se eu conseguir, ir lá?

  6. Panurgo, isso de eu ter uma cunha de uma amiga brasileira (assim mesmo, sem aspas; com aspas é para o Marinho Pinto e a trupe dele) para ir para o Brasil é uma leitura sua assim a modos que livre, muito livre até, das minhas palavras.

  7. soliplass diz:

    Amigo Panurgo, você com os seus ardores de juventude: incorrigível. Tome um duche de água fria homem!!!
    Não se lembra de um pedido similar que me fez para a Noruega? Lembra-se do que lhe respondi? Citando:

    «Nah!… Livros vá que não vá. Mas nesse negócio de escolher mulheres não me meto, escolha-as você. Não se venha a dar o caso de no futuro você vir a concluir – como o Barão de Nucigen do velho Balzac – que não valem o que custam mesmo quando são grátis. Depois, deita-me as culpas…

    O que lhe posso repetir é o conselho que o meu melhor amigo recebeu do pai:

    – Tás’a óvir? Olha qu’um home, …quando vai escolher uma mulher, … escolhe sempre uma nova e b’nita. Que velhas e feias se fazem elas todas!»

    Você não aprende nem com os com a experiência e conselhos dos gerontes, nem com ditados velhos que são evangelhos, homem? Quem não tiver bobi que cace com tareco, mas às perdizes, de espera ou de alevanto, cada qual por si.

  8. soliplass diz:

    Isso não seria mau, para finalmente podermos tomar umas cachaças das rijas. Nunca mais calhou a passar aí pelo Porto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s