Ler os outros

Gourmets do espírito, por Carla Remualdo no Aventar (excerto):

“Uma sociedade tão exigente no que leva à boca não deveria ter a mesma exigência no que respeita aos livros que lê, à música que ouve, às imagens, às palavras, aos ideais de que se nutre, aos fazedores de opinião a quem escuta, e por aí fora? E não, não vou falar dos políticos a quem elege, para não estragar-vos a digestão.

Se os estômagos não aceitam qualquer coisa, e é necessária a intervenção da cenourinha baby e do parmentier de vitela para nos sentirmos mais civilizados, não deveriam a mente, o espírito, o coração, o que quer que seja que lhe queiram chamar, ser tratados com o mesmo esmero, com a mesma exigência, levando-nos a repudiar, com uma sacudidela, qualquer prato grosseiro que queiram impingir-lhes?

É que se somos o que comemos, não seremos muito mais o que sonhamos, e recordamos, e imaginamos, e aspiramos a erguer?

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s