Passos a seguir

038

Vendo as fotos em arquivo, de Maio passado há este registo acima. Lembra-me o que lia – a monumental biografia de Thesiger por Michael Asher (sobre ela, o artigo no Independent). Lembra outra coisa. Era o dia de aniversário do meu pai. Telefonei. Fiquei a pensar no bom homem que tem sido. E no dia em que, finalmente, o perderei. Reparei na foto de Michael Asher que atravessa o deserto na companhia da mulher e da pequena criança filha de ambos, seguindo os passos de outrora de Thesiger – de quem dizem o último dos grandes viajantes.

Peguei no livro Os lindos braços da Júlia da Farmácia onde vem o texto de Rentes de Carvalho O enterro de meus pais (não dá para verificar agora se a versão do blog é igual à versão do livro) e li aquilo com os olhos marejados. Novamente se evocou a leitura um dia destes em Novembro, quando um dos da “rapaziada nova” lhe atirou como que em código que já lá tinha o artigo para devolver. Cartuchos, andou a emprestar cartuchos de caça – dos que carrega à mão, a pólvora e o chumbo pesados na balancinha. E os rapazes tratam-no como um dos da sua época. Comove-me aquele texto porque é como que um trilho no mais árido dos desertos, já percorrido por outro, como pegadas que um dia seguirei. Imagino quantos, que por um motivo ou outro saíram um dia de Portugal, se revêem naquele texto doloroso, ou através dele vão antecipando um dia futuro.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s