Amor de perdição

José Pedro Vasconcelos, humorista

Apesar de recear o mar, José Pedro Vasconcelos considera-se apaixonado por ele: “Eu amo o mar e é das poucas coisas das quais tenho medo”.

Afirma que, “neste mar de preocupações, de incerteza e de falta de esperança que vivemos” é importante haver mensagens positivas, “até porque estamos perto do Natal”.

O humorista diz que “somos um povo do caraças” e que foi graças ao mar e à “nossa insatisfação permanente” que “chegámos longe” mesmo, como acontece muitas vezes, “sem sabermos nadar”.

Atão… obrigadinho ó filho que já vamos dormir descansados. E quanto a pepinos, cenouras de bom tamanho, courgettesss… ou só do mar apaixonoso e amedrontado?

Há cada artolas de balha-nos a shântíssma trindade

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s