Arquivos Mensais: Janeiro 2013

Caminhos

Caminhos de gelo, um joelho que teima em acusar o peso de anos e turnos longos. Teóricamente deveria funcionar como anti-inflamatório.

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | 3 Comentários

Blogs, leitores

Não foi nomeado o blog da minha avó para o concurso do Aventar e por duas excelentíssimas razões: morreu antes de haver blogs e nunca soube escrever nem ler. Mulher excepcional, inteligente e boa, de olhos azuis, nos meus tempos … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | 3 Comentários

Mobilidade social

Quando primeiro li o relatório inundou-se-me a alma de ilusão democrática e grassrootiniana: “Bom, talvez isto do outsourcing não seja assim tão mau; qualquer heroinómano de Chelas com auxílio do google translator já consegue produzir bits and pieces of sound … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | 2 Comentários

Norte, frio

Imagem | Publicado em por | Etiquetas , | 2 Comentários

Retrato

Em francês e lindo de morrer, digno de estar na galeria do palácio de Belém ou nas nobres paredes da Sala dos Passos Perdidos. Por contraponto ao relatório nos foi apresentado em inglês: Scandale bancaire portugais…   […] “Et au fait, qui … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , , , | 4 Comentários

Trop sensible

“Ils furent, généralement, impitoyables. Ceux qui ne s’étaient pas battus voulaient se signaler. C’était un débordement de peur. On se vengeait à la fois des journaux, des clubs, des attroupements, des doctrines, de tout ce qui exaspérait depuis trois mois ; … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Gadelhudos e carecas

Consegui finalmente falar directamente com ele. Às nove da manhã, e sem passar pela secretária. À medida que envelhece, cada visita ou cada telefonema se avolumam com a probabilidade de serem últimos. Ao melhor homem que conheci apetece-me a cada … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | 3 Comentários