A cores

Não é muito habitual a II Guerra mundial a cores. Aparece agora num livro de William Hakvaag, o “De utrolige bildene” – «As fotos incríveis» onde se reunem imagens inéditas (segundo leio no jornal Nordlys) recolhidas por toda a Noruega. Acima, o exército alemão em plena «política de terra queimada», uma prática que deixou desabrigada grande parte da população das localidades do norte. Em baixo, divertindo-se com as renas, na seguinte, escoltando prisioneiros soviéticos na frente leste.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

2 respostas a A cores

  1. Areia às Ondas diz:

    É curioso como a cor dá outra dimensão. O preto e branco dá mais a noção de horror, mas a cor transmite mais realidade, mais proximidade, daí que, em especial a última imagem, dê arrepios.

  2. soliplass diz:

    Sabes, achei isto curioso, principalmente as fotos da queima das casas e dos prisioneiros russos. Especialmente porque li ainda há pouco o romance «Os lenhadores» onde https://ancorasenefelibatas.wordpress.com/2013/07/22/hoggerne/
    é fácil imaginar este tipo de protagonistas e este tipo de acções. Mas porque dos acontecimentos daquela época temos principalmente memória de imagens a preto e branco (de fotos, documentários, etc.) é como se reconstituíssemos o que lemos também num mundo, ou cenário, ou “filme”, a “preto e branco”, descolorido.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s