fiat justitia ruat caelum

Da justitia terrena temos sinais suficientes de estar assegurada a impuninade de certo tipo de crimes e de criminosos. A julgar pelos sinais dos seus ministros, ou representantes neste “vale de lágrimas”, pelo lado da divina (dita celeste), também não se espera menos que a absolvição. Talvez temerosa que lhe caia o céu (fiat justitia ruat caelum), a Igreja a respeito de certo tipo de crimes e de criminosos vem cultivando um espesso voto de silêncio. Dir-se-ia, um “silêncio de cúmplice”.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

2 respostas a fiat justitia ruat caelum

  1. Não haverá nenhuma fotografia onde figure também o Rui Machete para o ramalhete ficar mais composto?

    (Rui Machete esse que, segundo me contam, é figura assídua nos movimentos religiosos de preparação para o casamento, de ensinamentos às famílias, etc. – é que a igreja em Portugal, tal como a política, também ainda está um bocado nas mãos de quem resolveu ocupá-la, adaptando a pregação às suas convenientes circunstâncias).

  2. Panurgo diz:

    Nem tanto assim; mas, continuo a achar, que a Igreja não devia guardar somente o silêncio, mas também os alimentos, a caridade, a piedade. Afinal, é sempre assim, quando os estômagos andam cheios, andam as Igrejas vazias – e os homens aproveitam sempre para despejar o fruto da sua digestão na Cruz, como nos conta aquela engraçadíssima blasfémia castelhana.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s