Arquivos Mensais: Fevereiro 2014

Felizmente há cronistas

E era ali, na Espingardaria Gerardo, que o meu pobre pai (o que não gostava dos tiros fracos) comprava pólvora e chumbo, buchas e embaladores, cartuchos. Parece haver ali na cidade, condão. Passada a velha espingardaria, do outro lado da rua, … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , , | 3 Comentários

Dos reis cretenses de agora

Não admira que Luis XIV tenha mostrado e dado a provar os maus-fígados a Francois Fenélon confinando-o por castigo à arqui-diocese de Cambray no final do séc. XVII. Em 1699. Afinal, Fenélon, tinha escrito, no Les Aventures de Télémaque, meia dúzia de coisitas que … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , | Publicar um comentário

Louises Fürnbergs

Anda por aí prosa ou faladura de uns plumitivos avençados e paineleiros da pantalha que lembra um pouco a “cantiga” de Louis Fürnberg. Até parece que se tomaram armas ao inimigo. O comunista germano-checo Louis Fürnberg, que tinha fugido para a … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | 2 Comentários

Linhas

Finais de Maio. Distraído da leitura da nova edição de Herberto Hélder, da esplanada na Foz do Arelho  as linhas do kitesurfista em frente no cabriolar de toda a santa tarde. Ou um Deus a escrever parábolas certas por linhas … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Ruas da minha cidade

Manhã soalheira nesta zona do Paraná, temperatura amena, a modos que prenúncio de Outono. Há por todo o lado àrvores floridas: buganvília em frente da porta, descendo a avenida jacarandás. Palmeiras e araucárias, outras cujo nome não sei, a passeada … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | 4 Comentários

Sena atirado ao charco

Quando a gente imaginava que nos idos GULAGosos do PREC, só tardes infernais haveria havido, eis que no vigente Processo de Barrela em Curso ao Gaspar, e pela pena de Vasconço, no DN, salta uma bela tarde: “Tanto quanto me … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , | 2 Comentários

Muito se aprende (também com Drummond de Andrade)

Muito se aprende lendo os jornais a citar economistas e políticos. Pegando num exemplo de agora do Notícias ao Minuto: “O secretário-geral do PS afirmou hoje que há em Portugal “um amplo” consenso político e social sobre a necessidade de rigor … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário