Regresso ao outono

023

 

Regresso a Oslo e ao retiro interior, ao espreitar pela janela o interior retiro do prédio que me dá guarida. A bétula e os arbustos em murmúrios de outono a cada passagem do vento.

É uma espécie de casa. Ou pelo menos, não apanho pelos cafés jornais como o que havia há uns dias atrás na mesa do café em Santarém. O senhor da foto na capa dessa edição teve o desplante de presentear sua cavacal excelência, presidente e guardião do regular funcionamento das instituições com a frase que ornamenta a foto «as pessoas estão a regressar à agricultara por causa da fome» numa edição anterior da Feira do Ribatejo.

 

É desplante. Mais ainda, tem o topete de afirmar neste mesmíssimo número do jornal que são os residentes no concelho de Cascais que mais subsídios à agricultura recebem. Não compreende o pobre homem que é ali também que o preço dos terrenos o mais justifica. Um metro quadrado de horta anda pela hora da morte, pelo que… não exercitemos a inveja nem sejamos comichosos.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s