Imperativo categórico e convicção inabalável

«Nenhum humorista – por mais infame que seja a piada – merece ser punido com uma bala na testa

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , . ligação permanente.

2 respostas a Imperativo categórico e convicção inabalável

  1. Agora, “um tirinho nas nalgas”, de raspão, claro, como naquele sketch dos Gato Fedorento, já marchava… 🙂

  2. soliplass diz:

    isto era marmanjo (já que apela aos tribunais) que merecia ser julgado por um jurí ao estilo do direito anglófono composto por gente que anda ao salário mínimo ou a recibos verdes. Isso é que era “justice as fairness”, como diria o outro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s