Empréstimos ao tio amalucado

013

 

Vejo-a muito menos do que gostaria; à minha sobrinha dos cabelos de fogo. De vez em quando emprestam-ma (como no domingo, há uma semana) em dia de sol. Salta do carro dos pais e equipa-se. Depois é curtir as estradas, ver que as papoilas e as searas já despertam, vento e curvas, risota.

005

008

011

012

.

Chega ao almoço com os avós com sorriso de orelha a orelha, azul dos olhos acendido.

.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

4 respostas a Empréstimos ao tio amalucado

  1. Não me digas que foste à pátria em resposta ao chamado do Lomba?! 😉

  2. soliplass diz:

    Não, zurros não são propriamente chamados. Mais por lombas de estrada, curvas, sorrisos familiares, cuidar dos meus pais.

  3. Já que a tua filha não herdou a paixão dos «cavalos mecânicos» pode ser que a consigas passar à sobrinha.

  4. soliplass diz:

    Seria boa herança. Tem vivacidade que chegue. Quem me dera que um dia escrevesse blog (ou semelhante) como este que para mim é um dos sítios de encanto da bloga:
    http://passeandopelavida.com/

    Não é só pelos passeios; é por me ser dado ver (após séculos de humilhante opressão) mulheres a viver como seres humanos livres de escolher e traçar os seus caminhos. É útil. E bonito.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s