Portugal rural

É um trabalho de uma beleza desarmante, que merece toda a homenagem,  a série «Portugal Rural» de Armando Jorge que as publica também numa página do Facebook. A que acedi através da galeria «Ruas e rugas das aldeias portuguesas» que o Observador disponibiliza e de onde foram copiadas.

A não ser a que a alheia lhe concede esporadicamente, é a parte do país praticamente sem voz ou imagem – que sofre o frio e o calor, o analfabetismo e o isolamento – arredado e esquecido que nos olha nos olhos e que bem merece representação.

 

 

 

 

 

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Portugal rural

  1. Grandes fotos.

    Não os vejo como desgraçadinhos. É «gente de vida», como se dizia antigamente, que sempre trabalhou no duro e que só parará quando cair numa cama ou morrer. O que me faz impressão, e muita, são os velhos miseráveis que vivem nas cidades, sem ninguém que queira saber deles e sem um pedaço de chão a que possam chamar seu; sem uma couve ou uma batata para fazer uma sopa se nada mais houver.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s