Anúncio – sala de escrita – com cão de empréstimo

cão de empréstimo

Num site de anúncios norueguês, sobre o arrendamento daquilo a que a anunciante chama uma “sala de escrita” pelo preço de um-quinto ou um-sexto de um salário médio, que traduzo na íntegra:

“Vivo numa casa que é demasiado grande e por isso quero arrendar uma parte do primeiro andar. Entrada própria. Quarto, grande cozinha com espaço para mesa de escrita e com vista fantástica. Retrete e casa de banho. Jardim grande e ainda grande área natural mesmo à frente da porta.

Há também uma grande varanda coberta.

Tenho uma grande sala oficina de tear no mesmo primeiro andar, mas agora que sou estudante por 2-3 anos pouco a utilizo pelo que podes à vontade usá-la como-sala de-estar.

Este é o lugar para ti que por um período precisas de escrever um grande projecto ou que simplesmente queres viver pacificamente em alta montanha. Cão é bem-vindo, – ou podes tomar de empréstimo o meu.”

Muitas vezes me estranham a fidelidade a esta terra e a esta gente. Mas com frases como esta, a última do anúncio, o que há de estranho?

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

13 respostas a Anúncio – sala de escrita – com cão de empréstimo

  1. Espectáculo, compadre! Não terá sido difícil encontrar inquilino. Abraço de cá.

  2. soliplass diz:

    O anúncio é recente mas creio que não será difícil com a simpatia da mensagem. E claro, numa área belíssima a que acresce a possibilidade de sair em longos passeios com cão emprestado aos saltos e ladridos…

    Abraço.

  3. A.M. diz:

    Se mal não pergunto: está à espera de quê?…

  4. Li uma espécie de resumo, online, de um artigo que terá saído no último Expresso sobre os imigrantes portugueses na Noruega. Li pouco (a leitura completa exigia assinatura, parece-me que tb pagamento e, claro, quero que vão bugiar) mas lembrei-me imediatamente de ti. Naquilo que li, o único satisfeito era um tipo que trabalha como cozinheiro.

    Acho que temos todos (os que te lemos) saudades de te ler, m’enfin, compreendemos que estejas feliz com a tua jurista dos belos ombros e a rachadura de cavacos 🙂 que é como quem diz, obra 🙂

  5. Por onde anda? Deixou saudades.

  6. Alcino Amado Gomes diz:

    Repito o apelo da Carla Romualdo- Por onde anda? Mate-nos a saudade

  7. Olá Soliplass, é só para dizer que anotei e agradeço o seu contacto. Um abraço.

  8. soliplass diz:

    Ando em cura de modéstia opinativa a ver se não irrito o cavaco com um post ou outro aqui na barraca. Tudo a bem da estabilidade e das soluções responsáveis…

    daqui a umas semanitas retomo

    um abraço de cá,

  9. maria bastos diz:

    Mr. Soliplass,
    passaram, exatamente, 6 meses. já chega. volte aqui. nem que seja para fazer inveja com fotografias de sítios incríveis cheios de neve. agora, até o carlos se foi. que chatos! alguém tem de ficar por aqui, não?
    maria

  10. soliplass diz:

    Com efeito, seis meses… mas não podemos ser piegas; ainda ficou o Vital Moreira no cosanostra e o senhor professor doutor Azevedo Alves no insuflável. Ali se encontra isenção e sagacidade, refinada erudição. E humor, muito humor… não ficámos descalços de todo. Que melhores fotos de sítios glaciais que os textos com que nos iluminam? De gelos invejo é aquilo e os comentadores residentes blasfémicos.

  11. maria bastos diz:

    ahahahah. vê? só por este momento de humor valeu a pena ter vindo cá refilar com a demora.
    maria

  12. Subscrevo tudo o que escrito para que regresses ao convívio barroco disto que é um misto de necessidade de escrever com necessidade de ler.

    Basta de tanto rachar árvores! 🙂

  13. soliplass diz:

    qual basta… há que ser previdente e acautelar o inverno. Formiguinha, formigoso formigando, que o aníbal não gosta de cigarrices ou convívios barrocos. Fotos de trabalho árduo como as epigrafadas a montante, parcimónia, fazer contas, economias, abrir responsáveis entrefolhos aos mercados…

    Inda acalentei esperança de um penduricalho como o do Teixeira dos Santos no dia da raça, mas debalde…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s