Analfabetismo e a esquerda

Depara-se um cristão com coisas curiosas na imprensa portuguesa. Por exemplo, no artigo de opinião de Alberto Gonçalves, intitulado “A revolução de Outubro“, logo nas primeiras linhas, somos agraciados esta frase lapidar:

Por acaso, as regiões com maior analfabetismo em Portugal praticamente desenham o mapa da maior influência da esquerda.

Isto é trágico. Não basta a infelicidade de se ser analfabeto numa dada região; ainda um pobre de Deus tem que viver esmagado p’la botifarra da esquerda. Irra que é demais!

E é assim, senhores e cavalheiros, damas e meninas, que, comparando, partindo do centro intelectual luso (Coimbra) concelho por excelência de alfabetizados temos:

PS

Partido Socialista

36,49%
28.196 votos
PPD/PSD.CDS-PP

Portugal à Frente

32,64%
25.222 votos
B.E.

Bloco de Esquerda

11,03%
8.526 votos
PCP-PEV

CDU - Coligação Democrática Unitária

9,28%
7.173 votos

Fonte: (http://www.legislativas2015.mai.gov.pt/territorio-nacional.html#%00)

Ainda não totalmente livres, mas quase, os de Coimbra. É porém na periferia do círculo, no concelho de Pampilhosa da Serra (onde erradamente se julga sito o analfabetismo), que os povos se libertaram da perniciosa influência da esquerda:

PPD/PSD.CDS-PP

Portugal à Frente

48,77%
1.074 votos
PS

Partido Socialista

35,83%
789 votos
B.E.

Bloco de Esquerda

5,18%
114 votos
PCP-PEV

CDU - Coligação Democrática Unitária

3,09%
68 votos

Boas notícias portanto. Indo ao círculo de Aveiro, importante centro urbano e universitário, para o concelho de Aveiro notamos já alguma libertação do jugo esquerdino:

PPD/PSD.CDS-PP

Portugal à Frente

45,41%
18.096 votos
PS

Partido Socialista

26,88%
10.713 votos
B.E.

Bloco de Esquerda

11,64%
4.639 votos
PCP-PEV

CDU - Coligação Democrática Unitária

4,77%
1.902 votos

Mas aonde visivelmente os povos e as gentes respiram e gozam liberdade livre (dos grilhões da esquerda) é no concelho de Arouca; onde, por entre altas serranias e vales fundos vive feliz uma nação de alfabetizados a julgar pelo sentido de voto:

PPD/PSD.CDS-PP

Portugal à Frente

65,06%
7.816 votos
PS

Partido Socialista

19,79%
2.378 votos
B.E.

Bloco de Esquerda

4,92%
591 votos
PCP-PEV

CDU - Coligação Democrática Unitária

2,01%
241 votos

Círculo de Santarém, concelho de Santarém:

PPD/PSD.CDS-PP

Portugal à Frente

35,82%
81.544 votos
PS

Partido Socialista

32,91%
74.905 votos
B.E.

Bloco de Esquerda

10,76%
24.489 votos
PCP-PEV

CDU - Coligação Democrática Unitária

9,64%
21.941 votos

Quase livres. Quiçá por obra e esforços de Moita Flores, grande alfabetizador dos reynos de entre Tejo e Alviela.  Mas onde a esquerda não domina – nem que se roa ou se dane – é em zona de flores de verde pinho, onde o ar é puro, as gentes ilustradas, e enleado em cada acácia, pinho ou eucalipto, cresce um alfabeto. Irrigadas pelas águas puras do Zêzere, espelhadas no azul da albufeira de Castelo de Bode, entre seixos e espadanas, despontam academias de letrados a julgar pelos resultados; Concelho de Ferreira do Zêzere:

PPD/PSD.CDS-PP

Portugal à Frente

50,07%
2.351 votos
PS

Partido Socialista

27,09%
1.272 votos
B.E.

Bloco de Esquerda

7,37%
346 votos
PCP-PEV

CDU - Coligação Democrática Unitária

3,13%
147 votos

E no resto do país, a norte do Tejo, o panorama é mais ou menos o mesmo. Procure-se vales cavados e pinhais, contrafortes de serras, e temos povos e gentes libertas do jugo da esquerda. Isto é, alfabetizados; uma reserva de bom-senso político e de resistência ao esquerdismo.

Boas notícias portanto. Agora é esperar pelo Professor Doutor André Azevedo Alves nas encostas de Unhais da Serra a proferir palestra gritando por um funil, em vez da famosa no Instituto Amaro da Costa.

Se a teoria de Alberto Gonçalves bate certo, ali, ou em sítio parecido, encontrará audiência esclarecida e livre.

Deus nos salve que isto tá quase!

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

2 respostas a Analfabetismo e a esquerda

  1. Muito obrigado pela saudável gargalhada que me proporcionaste, compadre.
    Quanto aos fulanos que mencionas, são um bom exemplo do que o país tem de pior: a ignorância ignorante de o ser (no fundo, não é isso que caracteriza as nossas «elites»?).

  2. soliplass diz:

    Eu até percebo o que ele quer insinuar: que é o analfabetismo que determina o voto nos partidos de esquerda. Só que como ele bem sabe (ou devia saber já que se apresenta como sociólogo: http://www.noticiasaominuto.com/politica/470330/costa-procura-a-extrema-esquerda-por-falta-de-alternativas) correlação não significa causalidade. Não está provado que nas regiões onde o voto é mais à esquerda (o sul do país) seja o grau de instrução a determinar o sentido de voto. Porque não a afición tauromática? ou o gosto pela açorda de cação? Ou o hábito de usar botins de cano alto?

    Depois este tipo de afirmação (ao juntar toda a esquerda no mesmo saco) esconde um facto que é bem conhecido dos politólogos. O grau de escolaridade elevada dos simpatizantes do BE. Não é por acaso que esse facto é frequentemente escamoteado sob a capa de dos estereótipos a que se reduz o simpatizante do Bloco: o burguês disfarçado que come caviar (a esquerda caviar), ou a malta da ganza. Fingidos ou drogados mas alfabetizados nunca.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s