Mistérios e explicações

Aguardo a passagem das horas até à partida para o aeroporto. Bilhetes baratos que arrastam partidas a horas-mortas. Bagagem de mão, o amargo-doce da luz do sol de hoje e da miséria e desconchavo que iluminou. Outros sóis e dias passados. Outras partidas.

Era final de Verão. Um voo directo a Oslo. Olhava distraído através da janela o trânsito da segunda circular. Senta-se a meu lado um jovem casal. Ele, no assento central, ajeitando uma filha de cerca de um ano no colo. Regressavam ao país de acolhimento depois de passadas as férias de Verão com a família portuguesa. Ela, no assento da coxia. Involuntariamente, recordei o chavão mil vezes ouvido e lido, «a geração melhor preparada de sempre que se vê forçada a abandonar o país»…

No colo da mãe de família da geração melhor preparada de sempre que se vê forçada a abandonar o país, como leitura de viagem, a Caras e o mais recente tratado das coisas infindáveis de Helena de Sacadura Cabral.

Voltei novamente a cara ao sol, os olhos à segunda circular a remoer o estribilho … «a geração melhor preparada de sempre que se vê forçada a abandonar o país». Ao país luminoso que abandonava. País tão farto em mistérios; tão pródigo em explicações.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

3 respostas a Mistérios e explicações

  1. Os mistérios ainda vá que não vá; as explicações é que me lixam.
    Abraço de cá.

    (Já agora, mata-me a curiosidade: a «Caras» tem equivalente(s) na Noruega?)

  2. soliplass diz:

    Tem, claro. As epidemias não conhecem fronteiras. Não é exactamente horta que eu cultive mas creio que uma das mais populares é a Se og Hør: «vê e ouve» (http://www.seher.no/).

    Saudações cá do frio que hoje está de rachar. Tempo limpo mas muito frio. Tem os seus encantos… não fosse vir derreado ainda pegava nos skis de fundo e ia dar uma volta lá por cima ao final da tarde. Deve estar perfeito e só entro de turno no trabalho amanhã.

  3. Também aqui está de rachar, embora, certamente, não tanto como aí.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s