Exposições, chacotas

Ao contrário do que acontece com os meus colegas noruegueses, não mostro, é claro, aos colegas portugueses o drikketrau; ou similares. Em parte para os proteger. Iria ser alvo de chacota, visto do alto das suas carrinhas tdci, das mariscadas em Miramar e da segunda casa no Algarve (já se inventou coisa mais feia que as casas do Algarve?) dos seus 180 canais por cabo, um drikketrau talhado a motossera e levado às costas no alto de um penhasco (ainda mais construído de graça para um velho livreiro), é um inequívoco sinal de parvo. Tenho essa responsabilidade. De os proteger disso. De se exporem dessa forma.

Que deus me perdoe no tempo em que a RTPI era aqui vista, não os poder proteger daquilo, comovidos com a transmissão da procissão das velas em Fátima pelo treze de Maio. Não os poder proteger de espalharem por aqui, nas mesas ou no escaparate da sala comum, a Caras, o Negócios, o Correio da Manha, o Dinheiro Vivo, o Record ou a Bola que trazem do avião. Felizmente que nunca lhes deu trazer O Meu Programa de Governo Propostas para uma economia mais produtiva e para uma sociedade mais equilibrada de José Gomes Ferreira porque, à boa maneira do tempo da outra senhora, a política deles é o trabalho.

.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , . ligação permanente.