Pressa e antecipação Knausgårdiana e príncipes das letras

Não quero evidentemente, com coisas destas, faltar ao respeito à reverência que aos príncipes das letras são devidos. Nem disputar-lhes o direito, ou o dever, de jurisdição.

Há também um alto grau de probabilidade de ler mal ou tresler, de eu próprio ser susceptível de enganos dado a forma – confusa, apressada -, como leio. Já vou, (se de Knausgårds falamos) no sexto Min KampE a pressa, o vulgo o sabe, é má conselheira…

Por outro lado, a antecipação (não posso andar com traus só entretido, pobre eu) permite alguns exercícios divertidos. I wonder, é divertido imaginar, conjecturar, dada a natureza dos assuntos abordados no quinto Knausgårdiano volume), qual será a a classificação sentenciada. Quando, e se, o crítico (e príncipe das letras) lá chegar. Setenta e duas estrelas, dois cometas, e a metade que sobrou da celebrada perdiz?

.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.