Le fat

002

É livrinho velho que já não interessa ao careca (a sociedade e os usos que prescreve desapareceram já) mas por cá o mantenho nos aposentos marítimos. Em parte porque recomenda uma arte da conversação que deve usar de bons modos. E como isto dos blogs é uma espécie de conversa – com quem exactamente nunca sabemos ao certo – parecem-me úteis os dois conselhos da Condessa de Gencé: não abusar da omnisciência (la conversation du fat ilustrada – ou deslustrada – na boutade de Henri Monnier); e evitar o escárnio fácil ou malicioso. Duas tentações em que quase todos caímos…

003

 Ontem, no mar, rindo com Rentes de Carvalho (que até se dá ao luxo de ser ainda mais económico que Monnier) dei comigo a pensar que, nesta nossa mania de deitar ao mundo opiniões e conversetas, a tentação da omnisciência é, porventura, a que mais perigos oferece.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.