There’s nothing like the sun…

Estacionado no breve momento que a correria entre papéis, notários, burocratas e demais vermina fuliginosa permite, na esplanada, deito a cabeça para trás e respiro fundo. O sol acaricia a pele,  e os versos de Thomas (Edward), ainda que sobre o de Novembro, misturam com o primeiro café do dia a curiosa lista de – (o mundo sendo assim) – pedras e homens e bestas e pássaros e moscas…

There’s nothing like the sun as the year dies,
Kind as it can be, this world being made so,
To stones and men and beasts and birds and flies,
To all things that it touches except snow,

[…]

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s