Dos vivos e dos mortos

O que torna particularmente nojento este arremesso político com o número de mortos dos incêndios por parte de certos indivíduos nossa direita, é saber que se os infelizes que ali faleceram em vez de terem estado no sítio certo à hora errada tivessem entrado num dos restaurantes que os primeiros frequentam, ou num lançamento de livro para que são convidados, ou na mesma praia em que eles e os filhos vão a banhos, torceriam imediatamente o nariz pela companhia, ou presença, de tal «gentinha».

A tais arremessos, portanto, cumpre apenas um comentário curto e grosso: puta que vos pariu! E quem não vos conhecer que vos compre! Ou venda!

.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

2 respostas a Dos vivos e dos mortos

  1. hmbf diz:

    Nem mais.

  2. soliplass diz:

    faltou o corno que os amassou, a juntar à puta que os pariu. Mas a bem da economia…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s