da segurança e das situações complicadas

Resultado de imagem para violência seguranças discotecas

Paradito isto aqui do âncoras…

Repetidas vezes me acho sem opinião e sem culpados óbvios. Que os seguranças arreiem no primeiro que se candidate (ou não) nem admira. Uma espécie de ordem natural das coisas como o crocodilo que abocanhe zebu em travessia de charco. Não pecará por ético, mas peca certamente por previsível.

O que muito me parece admirável é que o cidadão ou cidadoa X ou Y, racional e informado(a), crente nos – e apóstolo(a) dos – princípios da igualdade plasmados na cartilha constitucional, aceite que a pior escumalha da sociedade (porteiros em geral)  decida da entrada ou permanência de cada um em estabelecimento A ou B; seja ele de diversão nocturna ou de aborrecimento diurno. E que com esse aceitar a financie e multiplique.

Aquele conceito antigo da geração espontânea, ou (vocábulo montes de giro) abiogénese, dava um jeitão… sem ele isto é tudo uma merda. Ou, como dira repórter televisivo, uma situação muito complicada

 

 

 

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s