Graçolas com bicórnio que (felizmente) as novas gerações já só muito a custo percebem

Passei grande parte da noite a reler este Le Sortilège Espagnol de Michel del Castillo publicado pela Juliard em 1977. Em parte para rever um episódio de intolerância que assolou o país em 76 por causa de  declarações de Soljenitsine (uma descrição aqui), e que, na altura, tanto desgostou o autor.

De vida atribulada, Michel del Castillo, dividido entre França e Espanha, oferece neste livro um excelente retrato de uma Espanha no virar de página entre um passado violento e trágico e as perspectivas de um futuro melhor, prestes a transformar-se numa sociedade moderna e democrática, mais tolerante.

Reflectindo num dos capítulos sobre o desejo de autonomia basca e sobre a violência que assola o país, del Castillo descreve a vida solitária e acossada dos agentes da Guardia Civil. Não resiste a contar o caso anedótico com (anacronismo que os da minha idade ainda tiveram a oportunidade de ver ao atravessar o país) o típico chapéu bicórnio da Guardia Civil, que, felizmente, as novas gerações vão tendo dificuldade em perceber:

“Um torero, aux arènes de Madrid, n’arrive pas, malgré des tentatives répétées, à tuer le fauve. Le visage baigné de sueur, il essaie, un fois encore, et il échoue. Le publique ne bronche même plus. Un silence terrible s’abat sur les arènes. Alors une voix fuse, goualleuse:

   – Coiffe-le le donc d’un bicorne et envoi-le a Bilbao!”

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s