O lexicógrafo de Costa

Samuel Johson

Como a frase  sendo o dr. Costa um indivíduo que usurpa as eleições para alcançar o poder, abre o poder a forças totalitárias revela, Alberto Gonçalves como politólogo é fraquinho. Mas António Costa (o péssimo selvagem) a julgar pela crónica, é capaz de ter despertado nele nova perspectiva na carreira e costela de lexicógrafo; figura triste a que se entrega em valsa prodigiosa de palavras (próprias e do selvagem) qual Bovary.

Que diria da triste figura semanal do bicho, Johnson, o mais prodigioso dos lexicógrafos?  Que é esperto? Não um pateta, um blockhead? Talvez o desculpasse, e também Flaubert que percebia de barulhos e de valsas. É que já a pobre Bovary sorria na valsa mas não se percebe bem por Flaubert se da música, se da dança, se do som dos luíses…

“Un sourire lui montait aux lèvres à certaines délicatesses du violon, qui jouait seul, quelquefois, quand les autres instruments se taisaient ; on entendait le bruit clair des louis d’or qui se versaient à côté, sur le tapis des tables”

 

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s