A justa repartição intergeracional de sacrifícios

 

Se a mim me calhou um semestre ou dois a ouvir Vasco Rato defender a invasão do Iraque (ou FCSH lá entendia que lhe pagava o salário para isso ou simplesmente não quis saber) e como, depois de deposto Sadam e lá instalada a democracia, ocorreria um domino effect democrático que iria contaminar de virtudes plebescitadas todo o médio oriente, é justo que as novas gerações passem um semestre ou outro a ouvir o dr. Passos. Não é apenas o repartir de forma equitativa o sacrifício pelas diferentes gerações; percebe-se melhor o país em que se vive através deste tipo de docência e de ensino.

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s