Arquivos Mensais: Junho 2018

Forquilhas por boas-vindas

  O meu avô materno, homem sensível e púdico, de quem se acreditaria terem-lhe aparecido em casa quatro filhas por encomenda postal, ao pedido do veterinário de o ajudar a amparar o bezerro nascituro, para não ter as mãos em … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Companhia de ver o mar

Tinha saudades de ver o mar, de lhe sentir o cheiro e a voz. Apesar do brumoso e do chuviscar foi passeio agradável e em boa companhia. Está formoso e bem-disposto o infante com quatro meses e três dias. Um … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | Publicar um comentário

«kaaaaiii-kaaaiii-kaai-kaa-ka-ka-ka-ka» e «tontejanar»

…”kaaaaiii-kaaaiii-kaai-kaa-ka-ka-ka-ka”, é um som característico do acordar em Oslo. Gaivotas. Há quatro semanas, ao acordar no hotel com o grito queixoso e melancólico que Karl Ove Knausgård grafa assim no seu segundo romance publicado, apercebi-me do quanto me fazia falta o … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Em resumo

(Fanado ao Grito e Argumento)

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | Publicar um comentário

Em missão espinhosa

Cumpridor, muito cumpridor, este vosso criado, também pra desenjoar de literatura, gastrónomos, enólogos, filólogos, comentadores desportivos, económicos, políticos, e vermina similar, agora que Costa e Capoulas demonstraram como se faz (em seis minutos e quarenta e sete segundos) (quem sabe, … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | 2 Comentários