Filosofia de cegonha

Distraído pela conversa, sentado à mesa do café barulhento, via perorar – sem ouvir grande coisa – há um par de anos e num noticiário qualquer, um especialista de barba bem aparada e cabelo meticuloso. Fato de bom corte, gravata e camisa finíssimas, botões de punho reluzentes. Uma presença (como agora se diz) e um garbo admiráveis. Discorria sobre um político bizantino, ou homem providencial, em vias de se tornar ditador, um homem que subiu na vida desde uma infância na mais extremas das pobrezas até o extremo da riqueza e do poder. Pouco menos que absoluto. E sobre as implicações que um regime de súbito autoritário, num país poderoso, pode trazer aos equilíbrios frágeis entre os países do Médio Oriente.

Lembro-me do especialista ainda estudante universitário, rapazinho pobre, parco de indumentária e de opiniões. Consciente da sua baixa extracção social, não arriscava uma opinião, fosse a respeito de coisas profanas ou sagradas. Toda a cautela era pouca, o luxo de inimigos ou má-vontade, ainda que fruto de uma discussão inócua, cuidadosamente afastado.

Paul Bowles, ajudou, nos anos sessenta, a escrever um livro singular. Um livro que é uma história inventada e contada por um homem analfabeto que Bowles transcreveu a partir de gravação oral; a história atribulada de um pobre diabo que sofre as passas do Algarve no fundo da escala social marroquina. Intitulado A Life Full of Holes, mereceu ao The New York Times, em 1964 esta resenção crítica. Ou encómio.

Ao ouvir (mal ouvindo) o especialista, a referência ao semi-ditador, lembrei a frase que fecha o A Life Full of Holes. Em sociedades levantinas é filosofia de vida por palácios, universidades, aldeolas, bairros pobres de periferia:

“The stork has to wait a long time for the locusts to come. Then he eats.”

IMG_20181226_220546

 

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s