Outros jornalistas: Anders Mehlum

 

Resultado de imagem para Anders Mehlum

Anders Mehlum (1849-1943)  foi jornalista, escritor e redactor de um jornal semanal intitulado Nu (Agora) publicado na Noruega entre  os anos  1896 e 1937. Original de Trondelag, inicialmente educado como professor, profissão que ainda exerceu, viria também a ser autor de sete livros, na sua grande maioria sobre vida local, o último, publicado aos 85 anos um romance de amor «Karen og Nils».  Já jornalista experiente, como redactor do Morgenbladet onde trabalhou durante sete anos, aos 48 Mehlum fudou o semanário Nu, com edição média de 4000 exemplares, chegou aos 3 000 subscritores, numero considerável se atentarmos ao facto do jornal Dagbladet ter à época cerca de 15 000. Sendo a produção do semanário, ou hebdomadário, distribuição, venda etc., obra de um homem só, apenas a impressão entregue a terceiros.

Com o seu ar original de velho profeta, Mehlum era figura conhecida e familiar , especialmente entre a área de Valdres og Hallingdal, mas também em Buskerud e Ringerike, onde calcorreava os caminhos vendendo o seu jornal e colhendo histórias e notícias, existindo nesta área ainda hoje uma cabana (aqui, sobre caminhos velhos no blog Sognefaret) com um quarto designado por quarto de Mehlum, onde o original jornalista pernoitava frequentemente.

O historiador Thor Gotaas, que já por aqui referi a respeito da sua História dos vagabundos na Noruega, dedicou-lhe um livro biográfico, o Livslang Skrivekløe: Historien om den vandrende redaktør Anders Mehlum, e aqui, no site Nesbyen, podem ver-se mais algumas fotos deste homem invulgar e hoje fonte importante para a história e etnografia local bem como reproduções do seu jornal Nu.

Diz-nos o Dramen Bylexikon que na sua última deambulação de Hallingdal para Ringerike no verão de 1942 adoeceu e faleceu em Sokna, aos 94 anos de idade. O seu alforge com livros e artigos e as suas roupas e bastão,  constituíram a soma dos bens terrenos que deixou.

 

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , . ligação permanente.