No eléctrico matinal

IMG_20191211_101945

No eléctrico matinal, frente a Vigeland Park, Oslo, hoje.

É um dos meus vícios. Ocupar desnecessáriamente (não o caso de hoje regresso ao navio e à trabalheira) os elétricos azuis da cidade. Quantas vezes, por puro ócio tomo os eléctricos que atravessam a cidade ouvindo conversa, vendo rostos, reconhecendo os cenários de romances e contos, relembrando a história e histórias de Oslo. Também a história de serem azuis, coisa para que contribuiu o poeta Jan Erik Vold, em polémicas várias e versos “trikker skal være blå slik, det er ikke/ trikkens skyld at det står slik til som det gjør med verden/ og virkeligheten [?]“, «eléctricos devem ser azuis/ tal como são, não é/ culpa do eléctrico a forma como as coisas estão no mundo/ e na vida real [?] ».

E ainda um curioso argumento num outro combate velho quanto a administração quis encerrar linhas para poupar dinheiro. O desenhador ou ilustrador M. M. Malvin que defendeu que viajar no eléctrico é melhor que no autocarro, leva mais tempo. O eléctrico como ponto de encontro…

Sobre soliplass

email: friluftogvind@gmail.com
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.