Arquivo de etiquetas: Antologia do Esquecimento

Momentos, colheitas

Ontem, ao comprar caixinha de cerejas para presentear minha mãe, encontrei um dos colegas de grata memória do curso de ciência política da FCSH, que raramente vejo ou revejo. Diz-me que é editor da Lisbon Poets & Co. Logo me … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | 2 Comentários

Complementos

  Seriam 11.30, mais palmo menos dedo, subindo a rua ali a cem metros de onde moro, à curva, a porta com o número 3 de Dalberbergstien. Ali decorreu um dos episódios mais vergonhosos da história de Oslo, a prisão … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | 2 Comentários

Ler os outros

  Henrique Fialho no Antologia do Esquecimento: Feio feio mesmo feio. “Há, sem dúvida, uma “palermização” da sociedade que parece irreversível. O infantilismo que oportunisticamente penetra todas as esferas da vida pública, desde a política (com seus pedidos de desculpa) … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Galeano – Para triunfar en la vida

Para triunfar en la vida “En 1999, según informó el diario The Times of India, una nueva institución educativa estaba funcionando exitosamente en la ciudad de Muzaffarnagar, al oeste del estado de Uttar Pradesh. Allí se ofrecía a los adolescentes … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , , , | Publicar um comentário

Olav Hauge

Viveu e escreveu num dos mais belos sítios do mundo e até a foto do funeral é uma espécie de digno e belo epílogo da sua obra e vida. Olav Hauge. Uma das melhores coisas que este blog me deu … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

E melhor que isto dificilmente se dirá

Foi seguramente uma das coisas mais valiosas que este blog me proporcionou. O conhecimento e a amizade de um indivíduo ímpar, dos melhores que conheci na vida. Leiam Refundar o Estado – Portugal desdentado, reflexão dolorosa, clara e perturbante, sobre a … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | 3 Comentários

Dalton Trevisan e um conto

Utilizei no post abaixo o termo «gnómon» para designar o juizado. No artigo que a Wikipedia dedica ao termo, aparece uma foto deste relógio solar (gnómon é o estilete que projecta a sombra) na fachada de um edifício na Praça … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , , | Publicar um comentário