Arquivo de etiquetas: Argos

Migalhas, estrelas, mãos

Já a aproximar-se do fim da vida, Gunvor Hofmo publicou no seu livro de 1984 (Stjernene og Barndommen – As estrelas e a infância) um poema sob o mesmo título. A primeira estrofe,   Conheço do marinheiro longas vigias da … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , | Publicar um comentário

Quem não tem cão

Quase passada que foi a idade das raízes (a foto é de Maio), mancebo acalorado entre muros, fazia hoje de manhã do pedaço de carpete velha – que era a cama favorita em pequeno – cavalete ou noiva; segurando-a submissa … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | Publicar um comentário

Amigos de pêlo

       

Publicado em Uncategorized | Etiquetas | 9 Comentários

Mancebo

A bola peluda que ainda pela Páscoa dormia nas posições mais insólitas, estava ontem um rapazão criado, home capaz d’ir à tropa ou brigar prós arraiais. Numa imagem ou outra parece até capaz de meditação contemplativa. É também sinal de … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | 3 Comentários

Mergulho

Passeio às margens dos lagos do parque Iguaçu nas imediações de Curitiba. Assim que sentiu a coleira livre da trela, deu largas à vocação familiar e imediatamente se atirou à água. Maravilhoso instinto animal, que o levou ao primeiro mergulho na vida. Veio contente … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Ajuda na poda

Ajudando na poda de árvores e sebes, jardinagens de sábado: ou, em rigor, na moagem das sobras.

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Com a raiz favorita

Em tarde de brincadeira…

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | 5 Comentários