Arquivo de etiquetas: Bjorn

Cai o Carmo e a Trindade

  Passou ano e tal desde o dia em cheio, agora tem quarenta quilos e língua de palmo e meio. E não perdeu a fixação de andar comigo por charnecas e olivais;  a foto do início de Outubro, vindo de … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , ,

Inicio e fim de ano

Acabei o ano (fim da tarde de ontem) a podar oliveiras. E começei, hoje cedo, a lavar roupa e loiça, fazer um check-in na Tap para o vôo de amanhã, aspirar e lavar o chão da casa (aproveitando as janelas … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | 2 Comentários

Máquina de lavar louça ecológica de duas velocidades

Se a estimada leitora gosta de cozinhar no campo para toda a família, nada que saber: umas brasas, e uma frigideira alta (ou funda), Hoje servi comida de camionista sueco, a famosa pytt i panne ou pyttipana., Nada que saber novamente, … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , | 10 Comentários

Passeio de natal de quatro patas

Dia ameno, sol doce e brisa fraca, a tarde desocupada, butes prá Foz do Arelho a arejar em maresia cão e pulgas. Está um belo bicho, custa a crer que em tão pouco tempo, desde esta altura, ou desta, cresceu a … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | 2 Comentários

Do roer com bom gosto

Desde pequeno, quando pressentia findos os trabalhos da cozinha (louça lavada e arrumada) vinha a correr à frente para apanhar lugar. No sofá da sala, onde me sento ou deito a ler ou a ver um filme. No meio da … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Roer a corda

«Olh’ó sacana levava o canivete no bolso… ‘péra aí qu’ele talvez agora se esqueça do alicate!» Assim comentou o velho quando viu o meu pai chegar-lhe à porta. Tinha-lhe dado havia pouco um cão de caça; que o seguiu por … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | 1 Comentário

Memória de cão

Portava-se mal ou andava em tropelias e arrastar de tapetes, ouvia-me ralhar. Ameaças de o deixar nas imediações de um restaurante chinês, “dão-te uma passagem no forno, ficas melhor que cabrito!” Refugiado nos braços da dona a corrobar a história … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | 2 Comentários