Arquivo de etiquetas: Dalton Trevisan

Coisas que ainda

se encontram esgravatando em poeiras de sebo – :  …uma primeira edição do Dalton. Fruto ocasionalmente colhido da teimosia em ir parafraseando e imitando as sãs doutrinas e boas práticas do Relvas; as consabidas e permanentes buscas pela cultura e conhecimento“. … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , ,

Coisas que se encontram nos livros

  Uma dedicatória de oferta de um tio Claus a um estimado sobrinho Andy, num grapes of wrath de Steinbeck comprado há poucos meses em alfarrabista alemão, Um “post-it” onde foi escrito “pers” (personagens?) que um leitor anterior deixou numa … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , | Publicar um comentário

Carrinho de papel

Choveu a potes naquele 5 de Dezembro, há já dois meses. Ou, choveu à moda de Curitiba; que é outra forma de dizer o mesmo. No tubo, esperando o ónibus, olhava os carrinhos dos papeleiros. Trabalho que triplica de peso … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Às vezes lá calha

  Às vezes lá calha conseguir o autógrafo de um escritor admirado numa das suas obras. Por outro lado, e por azar meu nunca estou em Portugal quando outro mestre faz os lançamentos dos seus livros e as suas sessões … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | 8 Comentários

Fronteiras da fé

Dalton Trevisan em Duzentos Ladrões (2008): “O Profeta     – É o teu fim. Agora está perdida. Grande filha de 60 mil cadelas no cio!     – Ai, por favor. De joelho e mãozinha posta, eu suplico: tenha dó … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Um senhor simpático

Curitiba, Domingo, feirinha do Largo da Ordem, descendo a calçada. No pequeno largo, mais abaixo, feira de livros novos e usados. Compro alguns de Dalton Trevisan, digo que são para oferecer a uns amigos portugueses que o apreciam, e o … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | 2 Comentários

Por falar em coisas boas

Pla vossa saúde não percam este livrinho do grande Dalton. Ferrem-se a ele de unhas e dentes assim que o virem no primeiro escaparate; ainda que tenham que fugir sem pagar. Nem vos conto… Começar a ler aqui, se possível.

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | 5 Comentários