Arquivo de etiquetas: Post-coitum

De ambulâncias, panoramas, desgovernos, eleições e cigarrinhos post-coitum

Há por entre os rítmicos e esculpidos versos da poesia de Gedeão dois que exclamam: Quantos milhões de litros  do movediço amor!  A imagem do amor líquido e movediço, destoa daqueloutro ferrum-fum-fum da sua poesia de comboios descendentes de Queluz … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário