Arquivo de etiquetas: Tempo Contado

Lorca, dormir, tempos contados e por contar

Fui ontem ao google por uma frase de Queipo de Llano, radiodifundida em 36: «Nuestros valientes Legionarios y Regulares han demostrado a los rojos cobardes lo que significa ser hombres de verdad. Y, a la vez, a sus mujeres. Esto … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | Publicar um comentário

Profetas no frio

    –       “Segunda-feira, 23 de Janeiro – Recomeço com o artigo às nove e à uma da tarde tenho-o pronto. Corro a Moncorvo para o mandar por faxe para o Harrie e enfureço-me com a roubalheira dos … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , , | Publicar um comentário

Ler os outros: Onanismo

E voltando atrás, a outro Outubro e ao saudoso Tempo Contado: «Onanismo» de J. Rentes de Carvalho, sempre bom de anotar na margem de um dos  grossos cadernos do Expresso. “Como escritor sempre os políticos me divertiram, como indivíduo considero-os … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | 12 Comentários

Coronat opus

      Por pena minha, vejo que encerrou o Tempo Contado. Os dias não serão o mesmo; sem a leitura diária do grande escritor. Sem o convívio (ainda que à distância) com o homem bom. Será para mim um … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Voltando atrás

Sentado no aeroporto de partida para Oslo, aproveito para voltar atrás. Seria útil, proveitoso, voltarmos mais vezes atrás; ainda que ocasionalmente. Para ler o Tempo Contado de J. Rentes de Carvalho, por exemplo: “Fado, Fátima, futebol e Figo” (excerto) “O … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , | 2 Comentários

Linhas de Plimsoll

Na nave onde por profissão navego, ouvi, em meados de Setembro, a observação: que ultimamente andava triste. «Parece qu’t’acho triste» -, disse a colega – mais a tirar nabos da púcara que outra coisa. Não lhe contei que voltava um pouco … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , , , , | 10 Comentários

Defeitos

Tem, o Tempo Contado, um grave defeito: é demasiado curto. Defeito gravíssimo, que requer o melhor e mais agradável dos remédios; a releitura.

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , | Publicar um comentário