Arquivo de etiquetas: Vital Moreira

Boas notícias de arrasamentos e esmagações

Vitalíssimo, dá-nos Vital no Causa Nossa a notícia opípara (num post intitulado «Arrasador»). António Costa esmaga; conta-nos o distinto arauto para que não nos escape o esmagamento: «Costa esmaga Seguro em sondagem para as primárias». Ups!!! não era (se bem que … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , , | Publicar um comentário

Momentum “soixante-huitard” em Julho

Sous les pavés, la mer (de) ou, a perigosidade das ilusões…

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Monarquia

Navegando há mais de vinte anos sob bandeira de uma monarquia, não tenho em princípio nada contra essa forma de regime. Sobre o ser instituída em Portugal, desde que por vontade popular (i.e., por referendo), também não me oporia. Pior … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Alouette emplumado

Uma surpresa, há uns meses em Versailles, o Alouette emplumado da artista portuguesa Joana de Vasconcelos. Curiosa peça, ali no seio do que foi palco por excelência de La société de cour como lhe chamou Norbert Elias. Que raio poderia … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | 1 Comentário

ó pra mim tão eleitoralmente justo

  Dá para rir o que escreve esta paranomásia de gente a respeito de proporcionalidade, justiça eleitoral e democracia representativa. Em França, claro. Por cá, ui, ui, que não pode ser, a bem da estabilidade. Ora deixa cá ver se entendi … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | 3 Comentários

Provas e indícios

O nosso Montesquieu da beira-Mondego surge-nos constitucionalíssimamente com mais uma pérola d’aliments qu’on fait ingurgiter de force aux volailles. As garantias e o caralho, bem visto! É uma porra qu’um cidadão se ache de repente diante de um colectivo de … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

O lixo, o epitáfio que não existiu, a frase mais tenebrosa da história, nós, e os europeus

Num daqueles golpes de sorte, encontrei um livro procurado havia muito debaixo de uma pilha poeirenta, num alfarrabista em Oslo. O Forced Labour, a primeira edição, capa rígida… É um livro já desactualizado, especialmente depois da abertura dos arquivos a … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , , , , | Publicar um comentário