Arquivo de etiquetas: Yeats

Os passos e um gesto em honra de um homem morto

Meteu-se o sol a ameigar ruas e passos. Em périplo sobre os passeios ou debruçados nas mesas das esplanadas sobre a calçada que nestes dias acumula um pó fino e cinzento, os nórdicos emergem de um longo inverno e desabrocham. … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , | Publicar um comentário

O rosto de uma linha

Foi há mais de um ano. Vendia refrigerantes de dentro de uma caixa de esferovite improvisada, gelo perene no calor tropical. Tinha um comboio nos olhos, mas por pouco tempo. Daí a pouco tempo ficaria uma linha vazia, que conduz a … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | 1 Comentário

Um velho professor de química e um poema de Yeats

A política é o domínio das coisas grandes. Por mim gosto particularmente da expressão “Grandes Opções do Plano”. É bonita e a gente ilustra-se só de soletrá-la. Mas é o domínio também onde erradamente se esquece o pequeno e o … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário